PanoraMix #15

A PanoraMix faz quinze semanas com:

Seu trabalho e os robôs
Os novos novos
Ferraris
Easy, taxi.rio e assinaturas
Yes, nós temos Tesla

Depois me conta o que você achou.

Abs,
Paco Torras


Ainda não é assinante? Pfffffff. Assine aqui e receba as próximas edições da PanoraMix diretamente no seu email.

Leia as edições anteriores da Panoramix clicando aqui.


Com o empurrão da Uber

easy | taxi.rio

Independentemente dos diversos problemas pelos quais a empresa está passando, que vão de trabalhistas até registro de patentes, e das previsões de que ela não resistirá muito mais tempo queimando caixa como vem fazendo até agora, o modelo de negócios desenvolvido pela Uber já causou enormes impactos em atividades até então milenarmente cristalizadas em âmbar como é o serviço de taxis aqui e pelo mundo.

Duas iniciativas recentes mostram que se não fosse pela Uber, o modelo atual dos taxis continuaria como sempre esteve.

Taxi.rio
A plataforma Táxi.Rio criada pela prefeitura do Rio de Janeiro tem como objetivo modernizar o serviço de táxi na cidade tornando-o mais competitivo. Ainda em fase de testes, o aplicativo ainda não está disponível para download, somente taxistas cadastrados e servidores municipais poderão utilizá-lo e prover feedback sobre seu funcionamento. A página da Prefeitura tem mais alguns poucos detalhes.

Alguém acha que essa iniciativa aconteceria se não fosse pelo surgimento da Uber?

Assinatura de corridas de taxi
Unindo três modelos de negócios que nem novos são, mas que juntos fazem total sentido, a Easy Taxi passou a oferecer em todo o Brasil planos de assinaturas mensais que garantem descontos em corridas de taxi contratadas pelo app. No plano mais caro o usuário pode fazer 30 corridas com desconto fixo de R$ 6,00 em cada ao pagar R$99,99 ao mês. Intermediando um serviço e dando descontos maiores do que o valor pago na sua assinatura a Easy mostra que é possível ter a iniciativa privada como parceira de um serviço público e assim trazê-lo para mais perto das necessidades da nova sociedade. A Exame tem mais detalhes.


Seu trabalho está a salvo dos robôs?

trabalho | AI

A gente sabe que está fazendo um bom trabalho quando questões que temos levantado e analisado nos últimos anos começam a chegar ao mainstream da mída. Por isso é ótimo ver um veículo como o Estadão discutindo o futuro do trabalho frente às transformações que nossa sociedade está passando. Na seção de Opinião do jornal, o professor Fábio de Biazzi repete e evolui sobre diversas tendências e realidades nessa delicada área que tanto discutimos por aqui. Vale a leitura.

2024
O site Statista, especializado em fornecer estudos e estatísticas sobre os mais diversos assuntos vai além e projeta o declínio de algumas atividades que serão substituídas por máquinas na próxima década. Veja no gráfico abaixo.

Acha que sua profissão vai escapar?
Não se sinta tão bem se sua atividade não está na lista, pois já há uma calculadora que mostra qual a probabilidade de ela ser substituída por robôs, automação ou inteligência artificial. Se você é arquiteto, não se preocupe pois há apenas 1,8% de chances de você ser substituído por um robô, mas se você for telefonista…Clique aqui e veja o risco da sua atividade. Se ela estiver condenada e você quiser uma segunda opinião, a NPR tem uma ferramenta parecida aqui.

Go, Google, go
Quem tem que ficar preocupados são os jogadores profissionais de Go, milenar jogo de tabuleiro chinês, que em uma semana viram o AlphaGo, sistema de inteligência artificial do Google, derrotar duas vezes o melhor jogador do mundo e um time com cinco dos melhores jogadores chineses.

AI no mercado financeiro
Quem trabalha em algumas áreas do mercado financeiro também deve se preocupar pois a inteligência artificial tem se mostrado muito mais certeira do que humanos na hora de propor opções de investimentos.

Como cada vez mais o mercado financeiro se baseia em análise de dados, isso não deveria ser surpresa para ninguém, como também não é surpresa que os profissionais dessa área deverão se adaptar a esse novo momento.

A Fundação Estudar preparou um artigo detalhado para quem está entrando ou pretende atuar com finanças, mostrando a direção desse mercado e como seus profissionais deverão atuar num futuro que já está aqui.


Os novos novos

jeff | elon

O novo Bill
Quem começou no mercado financeiro e lá viu que havia enormes oportunidades no e-commerce de livros foi Jeff Bezos, que já perfilei aqui, e que está no rápido caminho para tomar o lugar do Bill Gates como pessoa mais rica do mundo. Isso porque ele aumentou sua fortuna em US$ 20bi nos últimos cinco meses quando uma de suas empresas, a Amazon da qual ele possui 17%, bateu US$ 500 bilhões em valor de mercado. O The Guardian conta essa história.

O novo Henry
Outro que começou nas finanças e hoje revoluciona outra área completamente diferente é Elon Musk. O criador do Pay Pal está construindo a Tesla com um histórico muito parecido com de outra empresa que revolucionou a indústria no século passado, a Ford. Veja o paralelo na evolução das duas empresas nessa matéria da Futurism.


QUER LEVAR ESSE CONTEÚDO PARA SER DISCUTIDO EM SUA EMPRESA OU GRUPO?

Fazemos encontros semanais ou mensais para discutir como a transformação digital está impactando negócios e sociedade.
Fale conosco: panoramix@panora.com.br


Google acompanhando suas compras offline

consumo | propaganda

Assunto em algumas edições da PanoraMix, a personalização da propaganda online mal começou e acaba de perder o seu posto como cálice sagrado de marqueteiros e publicitários.

O Google agora sabe quando seus usuários vão numa loja física e compram algum produto visto online e assim consegue medir a efetividade de seus banners e links mesmo em atividades offline. Sério.

Cruzando informações dos números de cartões de crédito de seus milhões de usuários com dados como histórico de buscas e localização provenientes de ferramentas como Gmail, Maps, Youtube e Play Store e usando parceiros secretos para analisar 70% das transações com cartões nos EUA, o Google está sendo capaz de conhecer a efetividade de seus anúncios mesmo no mundo offline.

Claro que isso levanta enormes questões de privacidade que a empresa diz tratar de forma totalmente segura e anônima. A matéria do Washington Post fala sobre isso com maior profundidade.


Yes, nós temos Tesla

transporte | elétricos

Embora ainda de forma incipiente e apenas para abastados, já temos no Brasil alguma oferta de carros elétricos e híbridos. Nissan Leaf, Toyota Prius e BMW i3 são alguns dos carros que muito eventualmente vemos nas ruas. Mas um paranaense quer mudar isso.

Utilizando tecnologia chinesa, o empresário Rodrigo Contin fundou em 2016 a Hitech Electric e está montando dois modelos de carros e um de caminhão elétricos em Pinhais, na grande Curitiba. De nenhuma maneira ele pretende competir com as gigantes internacionais, mas oferece um produto que se não é exatamente belo, é sem dúvida um enorme passo para a popularização desse tipo de veículo.

Com preços à partir de R$ 45.000, os carros da Hitech são focados no uso urbano, alcançam velocidade máxima entre 50 e 60 km/h com 120 km de autonomia e cada recarga custa apenas R$ 4,50. Leia a matéria completa na Gazeta do Povo.


Ferrari

carros

Como vimos ao longo dessa edição, inovar seja na indústria seja na profissão é cada vez mais necessário. Mas isso não é novidade para uma das mais tradicionais montadoras de automóveis do mundo. A Ferrari sabe melhor do que ninguém atender à constante demanda de público e dos concorrentes que esse mercado solicita. Esse gif mostra um pouco disso. Leia a matéria na Wired.

Gostou do que leu e não quer perder a próxima edição? Assine aqui e receba as próximas edições da PanoraMix diretamente no seu email.

Leia as edições anteriores da Panoramix clicando aqui.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s