[Quartas de Impacto] Social Bonds remuneram o investidor de acordo com o impacto social causado pelo projeto

Desnecessário dizer que qualquer investidor quando coloca seu dinheiro em um projeto ou empresa está buscando uma forma de remuneração do seu capital, em geral de médio ou longo prazo. Essa remuneração pode ser conseguida pela valorização da empresa no mercado, pelo sucesso financeiro do projeto ou, como tem acontecido com cada vez mais frequência, pela remuneração do capital calculada de acordo com o tamanho do impacto social causado pelo empreendimento. E o mais impressionante, a remuneração é paga pelo governo. São as Social Bonds produto financeiro que tem crescido bastante e viabilizado projetos social e ambientalmente importantes pelo mundo.

Títulos de Impacto Social podem ser utilizados para financiar projetos em qualquer área. Funciona como se o governo emitisse um título e só precisasse devolver o dinheiro e a remuneração a quem o adquiriu se a iniciativa alcançar o resultado social pré-acordado. Um avaliador independente vai confirmar ou não se o projeto alcançou o que pretendia no prazo determinado. Um dos principais objetivos de projetos financiados através dessa ferramenta é captar investimentos agora para evitar ter que gastar mais dinheiro ou ter custos maiores no futuro na correção do problema.Socail Bonds

Avaliar impacto e retorno é especialmente complicado em projetos de longo prazo como educacionais, por exemplo, que demandam investimentos constantes e complementares ao longo de anos. Mas alguns projetos podem ter seu impacto na sociedade facilmente avaliados, como são os casos de redução da população carcerária e reincidência através do investimento em programas de reabilitação, de aumento de adoções de órfãos, diminuição de criminalidade, poluição, etc.

O retorno pago pelo governo aos investidores nesse tipo de título vem da economia futura gerada pelo sucesso do projeto agora, no período pré-determinado. Quanto mais o governo investe em prevenção, melhor ainda se financiado por capital privado, menos irá gastar em solução no futuro e isso permite dividir com os investidores os “lucros” do projeto.

Diversos bancos estão oferecendo aos seus clientes esse tipo de investimento. Um exemplo vem do Goldman Sachs:

O programa Adolescent Behavioral Learning Experience recebeu US$ 10.000.000 na forma de Social Bonds da Goldman Sachs em parceria com a cidade de Nova York e a Bloomberg Philanthropies, para reduzir a reincidência na prisão da ilha de Riker, em Nova York. O banco só receberá seu investimento de volta se a taxa de re-admissão, medida pelo total de dias de prisão evitados, for reduzido em 10% ou mais. Acima disso a Goldman Sachs recebe um retorno sobre o investimento proporcional ao que a cidade economiza com os resultados da ação financiada pelo banco.

Goldman-Sachs-Rikers-Island-Pay-1940x647

Os Social Bonds têm se mostrado um mecanismo que oferece vantagens a todos os envolvidos. Além dos beneficiados diretamente, o governo financia seus investimentos a custo zero e investidores podem tem melhor retorno do que numa doação direta porque contam com acompanhamento e validação constantes do projeto feitos por um terceiro.

A participação direta de empresas e pessoas nas políticas e investimentos públicos tem tido um enorme crescimento não só pelo uso da tecnologia que torna tudo muito mais transparente, mas também pela criatividade do mercado que busca novas formas de negócios que causem impacto social e ao mesmo tempo justifiquem com lucro o investimento feito. Todos ganham.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s