Tecnologia criou mais empregos do que destruiu em 140 anos

Um artigo do The Guardian resume um estudo feito pela Deloitte sobre a relação entre tecnologia e emprego com dados dos últimos 140 anos na Inglaterra e no País de Gales.

Ao contrário do que muita gente imagina, a tecnologia nesses últimos anos foi uma “maquina de gerar empregos”. O estudo mostra que ela foi responsável pelo aumento da renda e consequentemente das despesas, criando assim novas demandas e novos empregos. Muitos mais do que destruiu.

Enquanto atividades perigosas, repetitivas e sem necessidade de especialização declinaram, substituídas por máquinas como na agricultura por exemplo, outras áreas mais criativas, de negócios, cuidados pessoais e tecnologia cresceram muito a demanda por mão de obra. Mão de obra que não pode, ainda, ser substituída por robôs.

Outras áreas menos óbvias também aumentaram muito a quantidade de trabalhadores. Barmen e Cabeleireiros foram duas que cresceram junto com o aumento de renda dos trabalhadores no período.

Leia o artigo completo no The Guardian, em inglês, aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s